quarta-feira, 9 de abril de 2008

Esboço sobre Mefibosete

Texto 2Sm 9
Introdução: neste texto encontramos uma narrativa sobre o acontecimento que marcou a vida de um jovem de 5(cinco) anos de idade chamado Mefibosete. Filho de Jonatas e neto de Saul, este menino teve a infelicidade de ter seus pés quebrado quando sua ama ao ser avisada da morte de Saul e Jonatas no campo de batalha tentou correr com a criança no colo e caiu tornando fatal para as pernas de Mefibosete.


1- Mefibosete era uma criança de cinco anos quando lhe sucedeu isso. Tinha um futuro pela frente, apesar de seus pais terem perdido direito ao trono de Israel. Não temos muitas informações sobre esta criança, mas o pouco que temos é o suficiente para extrairmos daí algumas lições importantes que certamente nos ensinará muito. A semelhança de Mefibosete muitos de nós vive em tempos de conflitos, nossos dias não foram de paz dentro de casa, somos descendentes de pessoas inseguras, que não conseguem discernir o certo do errado no tocante a vida na fé. Mesmo que Deus tenha preparado a trajetória de nossos pais, a semelhança de Saul estes não sabem agradecer ao Senhor e nem tão pouco seguir seus ensinamentos, e quem sofre com tudo isso somos nós os filhos que vivemos neste mundo de conflitos. Imagine o estado emocional dessa criança ao viver durante todos os dias de sua vida antes deste acidente ouvindo e presenciando as conversas tensas que existiam entre seus pais e avô que se resumiam em guerras e perseguições.

2- Uma mulher descuidada ou um acidente fatal? Ao analisar o ocorrido, podemos atribuir ao fato a questão de um acidente proveniente de uma atitude de tentar acertar, mas que resultou numa fatalidade para uma criança. Mas se pensarmos no fato da imprudência ela sabia que ao tomar aquela atitude de correr com uma criança de cinco anos nos braços, algo de errado poderia acontecer como ocorreu. Há ainda a possibilidade de que essa mulher poderia ter planejado toda a queda o que também é aceitável, em função de esta ter vivido tanto tempo na casa de Saul e não encontramos tantos relatos assim que justifique que o monarca era uma pessoa que tratasse bem seus servos. Sendo assim poderia ser proposital e neste caso isso é crime. Então podemos caminhar para as seguintes interpretações.


A) Um acidente proveniente da ignorância. Ou seja, esta mulher não sabia das conseqüências de uma queda ou nem tão pouco pensava em cair. Nisto enquadramos aquelas pessoas que estão sofrendo conseqüências da ignorância. Ou seja, alguém o prejudicou sem querer com uma palavra mal projetada, uma atitude não importa o que aconteceu, mas este algo foi impensado ou pelo menos sem o interrece de causar danos, alias, foi tentando acertar.

B) Uma atitude imprudente. Isto é, a ama sabia que estava errado, sabia das conseqüências, mas anulou as possibilidades de um acidente. O que caracteriza autoconfiança ou suficiência a ponto de ignorar os perigos. O que resultou nesta terrível catástrofe. Somos vítimas disso quando alguém toma algumas atitudes que nos traz danos, pais que trocam de empregos, pastores que tomam atitudes erradas ignorando os riscos etc...


C) Atitude premeditada. Está é quando uma pessoa sabe o que está fazendo e tem absoluta certeza dos resultados, então, motivados neles age com muita frieza. A ama pode ter quebrado os pés do menino de propósito. Quantas vezes somos vítimas de pessoas que querem nos quebrar os pés no trabalho, na igreja, na escola etc...

3- Conseqüências de tudo isso é uma pessoa agora de 12 anos aleijada dos dois pés que mora em uma cidade chamada lo-Debar , lugar pobre e que como se não bastasse vivia se arrastando. A cidade recebeu este nome porque não tinha pasto, se não tinha pasto não tinha gado nem ovelhas então, era pobre e ficava ao oriente de Gileade.

4- Deus trabalha na memória de Davi ao mandar chamar ziba que era servo de Saul e pergunta se existia alguém da família de Jonatas para que ele usasse de misericórdia. E ziba mandou falou de mefibosete e o rei o mandou chamar para comer e beber na casa do rei enquanto este viver e receber toda herança seus pais.


Praticas

Todos temos sonhos, historias, destinos rumos e projetos desde criança, mas que infelizmente foram interrompidos por qualquer um destes três motivos.
Aleijado, se arrastando em Lo-Debar vivendo de favor e o pior em terra sem pasto. Até quando?
Deus tem memória.
Sl 135 do 8 -18 diz que devemos luvar ao Senhor porque Ele é o Deus da História. Is 26.8
Isaias 49.15 Desus não se esquece de nós
Hb 6.10 Deus não se esquece do nosso Trabalho
2 Cr 15.7 a nossa obra tem recompensa
Sl 58.11 Deus recompensa os justos
Isaias 62.11 Deus anuncia a chegada na recompensa e do galardão

2 comentários:

josias vargas sc disse...

GRAÇA E PAZ,QUERIDO,QUE DEUS CONTINUE A ABENÇOAR A SUA VIDA,SUA FAMILIA E SEU MINISTÉRIO,E QUE O GUARDE DA PALMA DE SUAS MÃOS,PARA QUE NINGUÉM INVOLUNTARIAMENTE OU DE PROPÓSITO VENHA QUEBRAR SEUS PÉS NESTA CAMINHADA DE ANUNCIAR O EVANGELHO,LÍ E FUI ABENÇOADO,VALEU SEU TEMPO E SEU ESFORÇO EM PUBLICAR ESTE ESBOÇO,ABRAÇO!!JOSIAS VARGAS

PR MARCOS CRUZ disse...

meu caro irmão Josias Vargas
Que Deus continue te abençoando
Juntos faremos um fogaréu maior para a glória de Deus
Abraços!